Está berta a 3ª Call do Programa CEF-Telecom

O CEF é um mecanismo de financiamento importante na promoção do crescimento, emprego e competitividade, que direciona o investimento à eficiência e sustentabilidade de “redes” transeuropeias nos setores do transporte, energia e serviços digitais. Pretende-se, portanto, corrigir as falhas e melhorar as ligações nestes setores.

No âmbito do Programa CEF-Telecom encontra-se, portanto, aberta a 3ª de 2017, com os seguintes tópicos:

 

. eInvoicing

A Diretiva 20114/55/EU relativa à faturação eletrónica na contratação pública foi adotada em abril. Esta pede a definição de um standard comum europeu para faturação, através de homogeneização de “entregáveis” que irão potenciar a interoperabilidade. Adicionalmente, pede a todas as autoridades e entidades contratantes que recebam e processem a faturação de acordo com o standard europeu, a partir de novembro de 2018.

Desta forma, a call destina-se à faturação eletrónica para promover a utilização de soluções de faturação eletrónica entre entidades publicas e privadas, que irão facilitar a implementação de standards europeus, e da Diretiva do eInvoicing.

Orçamento:

O valor indicativo é de EUR 10 milhões.

Candidatos elegíveis:

De acordo com o Programa de trabalhos de 2017 e ao abrigo do artigo 9 do Regulamento CEF, os candidatos elegíveis são os seguintes:

- Um ou mais Estados-Membros;

- Com a aceitação do Estado-Membro relevante ou Estado pertencente à EEA, organizações internacionais, empresas comuns, associações públicas ou privadas e ainda entidades estabelecidas num Estado-Membro.

As propostas deverão ser submetidas por consórcio composto por duas ou mais entidades estabelecidas em dois ou mais Estados-Membros diferentes.

Prazo:

Concurso aberto até 28 de novembro de 2017.

 

. eTranslation

O propósito da tradução automática (eTranslation) é, por um lado, providenciar apoio multilíngue de modo a que cidadãos, administrações e empresas em todos os Estados-Membros e países pertencentes à EEA que participem no programa CEF Telecom possam utilizar a sua linguagem, e, por outro lado, oferecer serviços de tradução automática a administrações públicas de modo a facilitar trocas de informações transnacionais.

Os objetivos das ações programas são, portanto:

- Continuar a operar plataforma Core Service;

- Completar e operar a instalação de adaptação automática baseada em resultados de programas de trabalho anteriores;

- Continuar a recolha de informação de linguagem em domínios específicos;

- Introduzir novas ferramentas na plataforma;

Grosso modo, diz respeito à tradução eletrónica para melhorar a qualidade e a cobertura da tradução eletrónica, especialmente no setor publico, facilitando assim a troca de informação transfronteiriça.

Orçamento:

O valor indicativo é de EUR 6 milhões.

Candidatos elegíveis:

De acordo com o Programa de trabalhos de 2017 e ao abrigo do artigo 9 do Regulamento CEF, os candidatos elegíveis são os seguintes:

- Um ou mais Estados-Membros;

- Com a aceitação do Estado-Membro relevante ou Estado pertencente à EEA, organizações internacionais, empresas comuns, associações públicas ou privadas e ainda entidades estabelecidas em um ou mais Estados-Membro.

As propostas deverão ser submetidas por consórcio composto por duas ou mais entidades estabelecidas em dois Estados-Membros diferentes.

Prazo:

Concurso aberto até 28 de novembro de 2017.

 

. Europeana

Iniciado em 2008 como o ponto de acesso multilingue comum de recursos digitais relativos ao património europeu, Europeana (www.europeana.eu) atualmente providencia acesso a 53 milhões de objetos de cerca de 3,700 instituições estabelecidas no continente europeu.

A presente call pretende:

  1. Providenciar ferramentas a utilizadores finais de modo a evidenciar, partilhar ou enriquecer material acessível através da Europeana, tais como ferramentas para listar favoritos, partilhar descobertas nas redes sociais ou enriquecer descrições (crow-sourcing);
  2. Produzir exemplos concretos de reutilização de material acessível através da Europeana em outros setores, tais como investigação, educação, indústria criativa ou turismo.

Os benefícios e os resultados esperados dizem respeito a soluções eficiente para a interoperabilidade e acessibilidade de recursos digitais relacionados com o património europeu, de modo a aumentar a visibilidade transfronteiriça e ajudar a chamar a atenção para a o enorme potencial económico. Em suma, pretende melhorar a acessibilidade a recursos digitais de património europeu.

Orçamento:

O valor indicativo é de EUR 2 milhões.

Candidatos elegíveis:

De acordo com o Programa de trabalhos de 2017 e ao abrigo do artigo 9 do Regulamento CEF, os candidatos elegíveis são os seguintes:

- Um ou mais Estados-Membros;

- Com a aceitação do Estado-Membro relevante ou Estado pertencente à EEA, organizações internacionais, empresas comuns, associações públicas ou privadas e ainda entidades estabelecidas em três ou mais Estados-Membro.

As propostas deverão ser submetidas por consórcio composto por três ou mais entidades, públicas ou privadas, estabelecidas em dois Estados-Membros diferentes.

Prazo:

Concurso aberto até 28 de novembro de 2017.

 

. Public Open Data

Os resultados prioritários dizem respeito à exploração de dados públicos e supercomputadores como um primeiro passo para estabelecer uma nova geração de Infraestruturas de serviços digitais (DSIs) e apoiar as prioridades do Mercado Único Digital relativamente aos supercomputadores.

Ações propostas deverão dedicar-se ao tema da exploração escalonável da massiva quantidade de dados públicos abertos disponíveis e acessíveis através de diferentes fontes, incluindo – não exclusivamente – o Portal de Dados Europeu. Este objetivo derá atingido através da associação de datasets de organizações públicas, setores e países com capacidade de supercomputadores (HPC - High Performance Computers).

O objetivo passa também pelo estabelecimento de uma nova geração de serviços públicos explorando instalações de supercomputadores e dados públicos para analisar combinações complexas em áreas de interesse público como por exemplo os recursos naturais, infraestruturas públicas, dados atmosféricos, dados relativos à poluição e dados relativos à agricultura. O objetivo geral passa, portanto, por otimizar os recursos para os atores económicos e ajudar no processo de decisão das autoridades públicas.

Grosso modo, relaciona-se com dados públicos abertos de modo a atingir uma nova geração de serviços transfronteiriços inteligentes, para cidadãos e empresas, bem como para apoiar a tomada de decisão de autoridades publicas, através da utilização de Computadores de Alto Desempenho.

Orçamento:

O valor indicativo é de EUR 6 milhões, sendo que o valor máximo de financiamento por cada ação é de EUR 2,500,000 milhões.

Candidatos elegíveis:

De acordo com o Programa de trabalhos de 2017 e ao abrigo do artigo 9 do Regulamento CEF, os candidatos elegíveis são os seguintes:

- Um ou mais Estados-Membros;

- Com a aceitação do Estado-Membro relevante ou Estado pertencente à EEA, organizações internacionais, empresas comuns, associações públicas ou privadas e ainda entidades estabelecidas em três ou mais Estados-Membro.

Não existem requisitos mínimos de formação de consórcio.

Prazo:

Concurso aberto até 28 de novembro de 2017.

URL para mais Informação